topo
 
Grãos Comerciais
FEIJÃO
FEIJÃO

O feijão por ser o alimento protéico básico da alimentação do brasileiro, com consumo de 16kg in natura/hab./ano, caracteriza o Brasil como o maior produtor e consumidor de Phaseolus vulgaris L. do mundo.

O brasileiro é regionalmente exigente quanto à cor e o tipo de grão, além da qualidade culinária, consumindo atualmente 17% de tipo de grão preto, 79% de grão carioca e 4% de outros tipos de grãos.

O feijão é semeado e colhido durante todo o ano, em três safras: "das águas" - representa 57% da produção e "da seca" que corresponde a 37% da safra. Estas qualidades estão presentes em todos os estados da federação. A terceira safra que é conhecida como "de inverno", que representa 6% da produção, concentrada nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, proporcionando constante oferta do produto. Esta oferta, contudo, apresenta oscilações causadas pelas alterações de preços no mercado, refletidas em variações na área de plantio subseqüente.

"Embora os rendimentos tenham crescido para o plantio de terceira época, continuaram muito baixos para os plantios de épocas tradicionais", salienta o engenheiro agrônomo, Renato Sabbi.

Ele destaca que mesmo para plantios de terceira época têm apresentados problemas constantes. Esses problemas estão, enfatiza ele, muitas vezes relacionado ao manejo, como excesso ou falta de fertilização (especialmente adubação nitrogenada), aliados a excesso ou deficiência de irrigação, que somados a outros problemas às vezes inviabilizam o empreendimento.

A busca de novas tecnologias é necessária, de modo a se aumentar os rendimentos da primeira e segunda época sem deixar que caia o rendimento da terceira época.


Graos
feijao
   
conheca
 
rodape